julho 28, 2016

Agridoce

Quando me romperam o coração pensei que era a pior dor que ia sentir sempre, para sempre.
Mas hoje a vida sentou-me e deu-me uma lição tão grande…
Dor de amor amargo é tão ínfima comparada com a dor de romper os sonhos de alguém que é pedaço de ti.
Pegar num coração que ainda é criança e deitar-lhe em cima o ácido da adultez é, sem sombra de dúvida, a dor maior que vou carregar.
Protégémos-te tanto, demais até… E agora caiu a ficha e tive de te puxar o tapete…

Desculpa mas o amor, como a vida,  é um ananás, e estava na altura de parar de te o descascar…

Ai Shiteru (*) 





Borrega

0 rugidos:

Enviar um comentário